O QUE É CERATOCONE?

É uma alteração da córnea que consiste em um afinamento progressivo da sua parte central, tornando-a abaulada. Em consequência, a acuidade visual é prejudicada de forma quase imperceptível no principio. Gradativamente, pode evoluir para uma distorção moderada e aumentar ainda mais até tornar-se severa. Na grande maioria dos casos, atinge os dois olhos, mas também pode ocorrer de um olho ser mais acometido que o outro.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

O alerta é dado pelo embaçamento e distorção da visão. Em geral, aparecem também miopia e astigmatismo. Fotofobia, uma leve pulsação da córnea, dor, redução de seu brilho e lacrimejamento também são características da doença. Em geral, os sintomas aparecem na adolescência ou até 25 anos e afetam, na mesma proporção, tanto homens como mulheres.

COMO SE FAZ O DIAGNÓSTICO DE CERATOCONE?

A identificação de um ceratocone moderado ou avançado é razoavelmente fácil pelo oftalmologista. Entretanto, o diagnóstico de ceratocone em suas fases iniciais pode tornar-se mais difícil, requerendo uma cuidadosa história clínica, medidas da acuidade visual e refração, e ainda exames complementares realizados por instrumentação especializada (topografia de córnea ou orbscan). Geralmente, pacientes com ceratocone têm modificações frequentes nas prescrições dos período de tempo e, alem disso, os óculos já não fornecem uma correção visual satisfatória.

As refrações são frequentemente variáveis e inconsistentes. Pacientes com ceratocone frequentemente relatam diplopia( visão dupla) ou poliopia( visão de vários objetos) naquele olho afetado e queixam-se de visão borrada e distorcida tanto para longe quanto para perto. Alguns referem halos em torno das luzes e fotofobia (sensibilidade anormal á luz).

COMO TRATAR A DOENÇA?

O uso de óculos pode ser indicado no início com o objetivo de regular os problemas de visão decorrentes do ceratocone. Na medida em que a anomalia se agrava, esse recurso torna-se insuficiente, exigindo a utilização de lentes de contato rígidas. Em muitos casos, a opção mais recomendada é a cirurgia (transplante de córnea ou a colocação de anéis  intra corneanos).

Novas técnicas como a “crosslinking” são utilizadas para o tratamento da doença.

Vale a recomendação: prevenir é o melhor remédio. Por isso, mantenha o habito de consultar seu oftalmologista periodicamente, mesmo que não sinta nada incomum.

OLHO NORMAL

OLHO COM CERATOCONE

Olho Normal e Olho com Ceratocone - Dr. José Beniz

VEJA TAMBÉM O VÍDEO SOBRE CERATOCONE - Causas, Sintomas e Tratamentos