Quatro doenças que podem levar a cegueira total ou parcial.


Degeneração macular

A DMRI é a principal causa de cegueira em pessoas acima de 50 anos. Ela provoca uma lesão e desgaste na parte central da retina, chamada de mácula, que deixa a visão embaçada e faz surgir uma mancha central escura. Essa doença é degenerativa e crônica, necessita de acompanhamento contínuo e regular com retinólogo.

Glaucoma

O glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico, de forma que ele deixa de levar as informações visuais para o cérebro. Ela é causada, na maioria das vezes, pelo aumento da pressão intraocular, devido a uma dificuldade na drenagem no líquido, chamado de humor aquoso, que circula dentro do olho. Se não tratado, causa dano permanente ao nervo e perda de visão.

Catarata

Localizado atrás da pupila, o cristalino é considerado a lente natural do olho. É a passagem de luz do cristalino para a retina que permite que as imagens sejam transmitidas para o cérebro e, dessa forma, possamos enxergar. A catarata é geralmente causada pelo envelhecimento. A progressão da doença pode levar a perda da visão. Ainda nos dias atuais, é a principal causa de cegueira no mundo. Contudo, a cegueira causada pela doença pode ser revertida com cirurgia.

Descolamento de retina

Responsável por transformar o estímulo luminoso em estímulo nervoso, a retina é a membrana que reveste internamente a parte posterior do globo ocular. Traumatismos, inflamações ou algumas doenças como a diabetes podem levar ao descolamento da retina. Para evitar perda da visão, é preciso tratá-lo o mais rápido possível. Existem diversas formas de tratamento. No entanto, na maioria dos casos, o tratamento é cirúrgico através da vitrectomia posterior.

A melhor forma de tratamento desses e outros problemas oculares são com o diagnóstico precoce. É preciso desenvolver uma cultura de prevenção que só pode ser realizada por meio de visitas regulares ao oftalmologista.